Bloco Afro Muzenza do Reggae

O Bloco Afro Muzenza do Reggae nasceu no bairro da Liberdade, no dia 05 de maio de 1981, inspirado no legado cultural dos afro-jamaicanos e suas mensagens libertárias que invadiram o Brasil nos anos 1980, aproximando os afro-baianos desta realidade similar. Muzenza é um termo de origem bantu-kikongo que significa Yaô do Nagôs, nome dados aos iniciados no candomblé de linha de Angola.

A entidade surgiu como um tributo a Bob Marley e uma alternativa para realçar a cultura do povo negro. Sua banda percussiva possui o maior número de variações rítmicas no Estado, trabalhando a fusão de elementos do suingue afro-baiano ao reggae jamaicano, que deu origem ao samba-reggae. Em sua categoria de bloco afro, possui doze títulos em treze carnavais que disputou, demonstrando com isso sua força enquanto entidade que preserva e respeita sua origem.

O Muzenza é conhecido nacional e internacionalmente através de shows, gravações de discos e através da sua música nas vozes de renomados artistas do cenário nacional como Daniela Mercury (“Swing da cor”), Simone Moreno (“A terra tremeu”), Margareth Menezes (“Povo vem ver”), Carlinhos Brown (“Rumpillé”), Gilberto Gil e Gal Costa (“Brilho e Beleza”), entre outros.

Seus primeiros momentos de vida revelaram um afro que canta e defende um mundo palpável, visível às comunidades carentes de Salvador. Em sua trajetória, a entidade vem construindo uma missão bem trabalhada no movimento em defesa do negro e das comunidades carentes de Salvador.

 

Muzenza - @muzenzadoreggae

Bloco Afro Muzenza do Reggae

Bloco Afro Muzenza do Reggaewas bornin the neighborhood of Liberdade on May 5, 1981, inspired by the cultural legacy of Afro-Jamaicans and their libertarian messages that invaded Brazil in the 1980s, bringing Afro-Baianos closer to their similar reality. Muzenza is a term of Bantu-Kikongo origin that means Yaô dos Nagôs, name given to the initiates in the line ofAngola candomblé.

The entity comes as a tribute to Bob Marley and as an alternative to enhance black people culture. Its percussive band has the greatest number of rhythmic variationsin Bahia, mixing elements of theafro-baianogroove and Jamaican reggae, given origin to samba-reggae. In its category of bloco afro,it has twelve awards in thirteen carnivals that disputed, demonstratingwith thisits strength like entity that preserves and respects its origin.

Muzenza is known nationally and internationally for its concerts, recordings and its musicin the voices of renownednational artists such as Daniela Mercury (“Swing da Cor”), Simone Moreno (“A Terra tremeu”), Margareth Menezes (“Povo vem ver”), Carlinhos Brown (“Rumpillé”), Gilberto Gil and Gal Costa (“Brilho e Beleza”), among others.

Its first moments of liferevealed an afro that sings and defends a palpable world, visible to the poor communitiesof Salvador. In its life story, the entity has been building a well-crafted mission in the movement in defense of the black and the poor communities of Salvador.

Muzenza - @muzenzadoreggae